INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Os primos

Os primaços reunidos, no momento Kodak possível perfeito.

Túnicas e fofo D.O.T. ; jeans Salsa Kids Edition

Um segundo antes, o Vasco estava a querer fugir para ontem, um segundo depois, já o maninho tinha resvalado. O Pedro, com o seu eterno ar de "quem me trouxe?", está na altura certa para alinhar nas fotos de família versão pequenada. Topa tudo. A Leonor desta vez não foi em cantigas, recusou o registo do pendant para a posteridade.

Já adoro esta foto, daqui a uns anos então... ficou para recordação!

Fotografia: Sofia Simões

domingo, 29 de dezembro de 2013

2013, foi bom enquanto durou - 15 segundos de cada vez

A minha vida em imagens recorda-me tudo o que passou pelos dias este ano. E o que é que o Instagram destas Maravilhas tem a dizer sobre este ano de 2013?

O meu filho Pedro continuou a crescer lindo, feliz e solto, cada dia mais engraçado, mais esperto, mais possante, mais complexo e fascinante. Ele faz-nos rir, ele faz-nos pasmar, ele desespera-nos e enternece-nos. É o melhor filho do mundo e desconfio que o puto mais fixe do Universo.



O início do ano trouxe-me um corte de cabelo mais ou menos radical e, porque já dizia Coco Chanel, uma mulher que corta o cabelo está prestes a mudar a sua vida, Janeiro também nos trouxe o cumprimento da primeira e mais importante resolução para 2013: cair de cabeça num segundo filho.
Passei nove meses de 2013 grávida.



O momento mais marcante de 2013: o início da vida do meu segundo filho, baby Miguel.
Tão parecido com o irmão, lindo, robusto, comprido, mais um puto com a cara virada para o mundo.
Tão diferente do irmão, traços mais delicados, corpo mais forte, todo ele reivindicativo, desperto, reactivo. Já ri imenso e fala connosco, além de chorar como ninguém. Um leão preso no corpo de um bebé.



O ano de 2013 foi muito bom para mim. Fui muito afortunada. O Carrossel e mesmo o blog cresceram na mesma medida que eu estou farta do escritório. Muito, mas ainda me falta(ria) um danoninho Adamastor para dar o salto. Estou longe mas amarrada a outros eus, que não quero meus. Já o Carrossel e o Maravilhas, foi só alegrias. Desenvolvimento de ideias, crescimento, projectos, parcerias, imensas coisas que levo com gosto para o próximo ano. E quero muito mais!
Com tudo o que marcou o meu ano, envelheci e nota-se. Fecho o ano cansada, mas porque estou a colher frutos.
Que 2014 continue a sorrir para mim. Que, além de crescimento, seja um ano de rejuvenescimento. E de saltos, já agora.

Giveaway Canavezes & As Maravilhas da Maternidade


FINALMENTE!!
Presente de Natal atrasado, mas com todo o gosto! Já temos as duas vencedoras do passatempo com o Grupo Canavezes.

E sem demoras, para não atrasarmos isto ainda mais, aqui ficam os...



Pedimos às vencedoras que contactem o Grupo Canavezes para o email fqs@newsatwork.pt , para poderem informar que vêm daqui e indicar os dados pessoais para reclamar o vosso prémio - que é óptimo, tenho a certeza que vão adorar!

HoHoHo (atrasados…)


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Tal mãe, tal filho

Temos uma coisa por guardas-chuva...


Natal de 2013 / Natal de 1982


E isto é tudo o que o meu telemóvel tem a dizer sobre o Natal!

Sabe sempre melhor viver os momentos do que os instagramar, ainda assim, aqui ficam alguns pormenores do nosso Natal:

Mais do que as sobremesas e doces de Natal, para mim o melhor mesmo é a dose extra de chocolate... 

Desafio: três primos a dormir no mesmo quarto. Sobrou-nos o menino Jesus a fazer o seu pressing ao Pai Natal. Lobby fortíssimo pijama style!

Scrable! Sempre a aprender palavras novas...



Na manhã de Natal...

A história do pai Natal não lhe cai nada bem...

Sonhos quase em fim de festa

O carro dos Bombeiros fez sucesso!
Quando as receber (cof cof) posto os primos em pendant, ficaram muito giros!

domingo, 22 de dezembro de 2013

A beleza não tem de sair cara

Num salto ao supermercado comprei só naquela dois produtos baratinhos que chegaram ao mercado há pouco tempo. Eram tão baratos que não perdia nada em experimentar. Porque o que não falta na minha gaveta de maquilhagens são produtos que pareciam espetaculares na perfumaria e depois... Não eram bem aquilo que eu precisava ou que me fica bem... E fico frustrada com os €€€ que ali ficarão a ganhar pó. Again and again. De maneira que estas comprinhas por impulso não deixam remorsos nem frustrações e até posso ser agradavelmente surpeendida. 

Foi o caso, full house!


Pois que trouxe o alisador óptico da Garnier e o Baby Lips da Maybeline (no tom cherry me) e estou MUITO satisfeita!

Já tinha experimentado alguns alisadores ópticos e gosto de os usar (hei-de escrever um post sobre eles, são um dos must have da bolsa de maquilhagem de meninas com poros dilatados!), e este não lhes fica atrás, pelo contrário! Usado a solo ou em conjugação com a base em pó mineral, fica excelente, muito natural, muito prático e muito eficaz. 

O batom hidratante com cor Baby Lips foi outra óptima surpresa. É apenas um toque de cor e apenas um toque de brilho. O ideal para o dia a dia e para dar um instantâneo ar saudável a esta mãe estafada. 

Por menos de 10€ fica-se logo com um ar saudável e arrebitado, como se quer, adoro estas pechinchas ;) fica a dica!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Se precisarem de mim, eu estou em casa

E tu estares a planear tudo direitinho para saíres de casa naquela altura, correr tudo como planeado, miúdo alimentado e vestido, finalmente sossegado a começar a dormitar, tu despachada e arranjada, já cá fora, ao pé do carro, estacionado em segunda fila mesmo à porta de casa, com um vento gelado em cima do miúdo e tudo

e a *%&# da coque não desprende do carrinho

não desprende nem por nada

estás ali 20 minutos no frio aos abanões àquilo e a *%&$ não desprende nem por nada

O que fazes?

Dás um tiro na cabeça e voltas para casa.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

No mundo do Pedro



Licença de maternidade

OConfirmando a teoria de muito boa gente que acha que isto de estar em licença de maternidade é um descanso, aqui fica a confirmação. Sim senhora, isto são umas autênticas férias, dá para fazer tudo e mais alguma coisa! Há que repor a verdade! E documentá-lo, claro, para que ninguém duvide:


Desde logo, dá para blogar muuuuito! Vejam eu e o meu latte e uns providenciais headphones, para não ouvir o baby quando ele se lembra de chorar para mamar e essas coisas desagradáveis. 

Tem-me dado tempo para passear imenso e fazer montanhas de programas giros!

Revisito sítios onde já fui feliz...


Experimento cenas bué radicais...


Vou para a neve... afinal, estamos no Inverno ou não??


Até me tem dado para experiências do outro mundo! O baby fica com os avós!

Mas também passo momentos mais relaxados por casa, a tocar viola, por exemplo.

Diz que é muito relaxante para os putos e dá-lhes cultura e essas coisas.

Também tenho tido tempo para montes de programas com os amigos! Adoramos jogar pantball, é uma risota sempre que nos juntamos!
Aqui com o Brad e com o Tom, grandes amigalhaços!

Enfim, tem sido muito bom, ó para mim tão fresca e fofa! 


Experimentem também as maravilhas da maternidade, vão ver que é o máximo!

XOXO



Obrigada Momentcam, sem a tua lente, nada disto ficaria registado para a posteridade!



terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O cúmulo

O Pedro gosta tão pouco, tão pouco do Pai Natal que, com a perspectiva de ter de lhe dar uns abracinhos para conseguir os seus presentes, me diz que afinal já tem brinquedos que cheguem e não precisa de mais.
What?!
Como é possível uma criança, um puto de três anos, dizer que já tem brinquedos que cheguem? Dizer-me, com a maior naturalidade, "Afinal já tenho muitos no meu quarto!"
Isso seria como eu dizer que afinal já tenho sapatos que cheguem, que já não preciso de mais!

É anti-natura!

Ontem

Ao deitar, menino Pedro não queria dormir.
Diz-me o meu namoradinho:

- Mãe, adoro muito de ti!

E dá-me um abracinho. 


Awwwww
Meu rico namoradinho! 

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Salsa para a mãe e para o filho ♥ - Cool para os miúdos

A Salsa não pensa apenas nas meninas e meninos graúdos, desde este Verão também tem feito propostas muito divertidas para os nossos miúdos! Após o êxito da primeira edição especial, lançada no verão passado, a Salsa volta com a apresentação da segunda edição especial Salsa Kids.


De edição limitada, a Coleção Salsa Kids apresenta peças bem femininas para uma menina muito girly.  Adoro as flores Com bastante cor e brilho, as propostas não esquecem um look casual, com destaque para o azul, o cinza, o bege ou o vermelho, cores muito tendência. Um mix que resulta perfeito quando combinamos o algodão das sweaters e tops com o denim bastante confortável dos jeans.


Para menino as peças têm um look mais desportivo e cool, com ênfase nas cores azul marinho, verde ou vermelho em t-shirts e sweaters de capuz. 

A coleção pode ser adquirida a partir de 24.90€ para partes de cima e 49.90€ para partes de baixo, e já está disponível em lojas Salsa tais como as do Colombo, Norteshopping, Vasco da Gama, Forum Aveiro, ECI Lisboa e Gaia, e ainda na loja online www.salsastore.com .

O Pedro já tem as suas jeans, modelo Lima, gentilmente oferecidas pela marca, são tão giras! Apesar de o menor tamanho ser para 4 anos, o corte mais justo permite umas dobras providenciais e vai dar para loooongos meses, espero eu! 
Para o Pedro eu escolho sempre calças, sejam gangas ou não, o mais skinny possível. Desde que deixou as fraldas, acho que é o modelo que melhor assenta num miúdo alto e magro. Prefiro sempre ver as calças bem ajustadas à perna do que um corte mais largo, confesso. Precisamente por ser alto e magro, as calças tendem a ficar sempre largas na cintura e curtas na perna, porque ele veste sempre pequeno nas calças. Por isso, é fundamental que as calças do Pedro tenham sempre botões e elásticos ajustáveis por dentro. É o segredo das calças ideais para os miúdos, É o caso destas gangas, perfeito.
Fica um borrachinho!

Salsa para a mãe e para o filho - Push In para mim

Quem conhece a Salsa sabe bem que nos seus jeans encontra resposta e ataque certeiro para todas e quaisquer angústias. Ele é bumbum para cima, barriga para dentro, curvas modeladas, curvas aligeiradas ou realçadas. O que o nosso corpinho precisa, a Salsa providencia, e bem!
Ao longo da minha maternidade, tenho encontrado nesta marca portuguesa precisamente essa boa aliada. 
Primeiro com as gangas de gravidez, as tão bem batizadas Hope, que usei durante toda a gravidez e agora, com a barra de cintura  extra, já estão perfeitinhas para este pós. Usei e uso e vou continuar a usar. De facto, e contrariando as minhas piores previsões, usei estas gangas durante toda a gravidez, mesmo. O corte muito inteligente e adaptável ao alargar das curvas e o tecido elástico permitem essa utilização até ao fim numa gravidez saudável e sem enormes aumentos de peso. Eu aumentei quase 20 kg. 

Entretanto, especialmente para este pós parto, além das Hope, que podem ter a cintura um pouco baixa demais para barrigas pingonas como a minha, comecei agora a usar um modelo ainda mais específico e que respondeu, já este fim-de-semana, na perfeição, ao meu drama com a minha deprimente barriga pós baby.



Trata-se das Push-In, um modelo de cintura subida, com o cós muito largo, cujo corte alisa e dissimula a barriga, ao mesmo tempo que dá um efeito push up ao bumbum e modela a silhueta num corte justo perna abaixo.




São super confortáveis! Usei-as logo no Homemade Lionesa e estive muito cómoda horas seguidas de pé e sentada, com as minhas curvas sempre sob controle. Desgraçadamente ainda não as tinha na semana passada, para ir a Lisboa, porque senão não teria havido drama nenhum, acreditem.


Não se nota nada de jeito, porque agora não me apanham de lado para fotos e vídeo rsrsrsrsrs, mas aqui estou eu com o Carrossel e as minhas novas gangas bff. Na verdade queria ter tirado uma pic melhor para se notar a diferença com estas calças, mas não calhou, fica para breve!

Obrigada Salsa, por me salvares de apuros e desgraças!

(As gangas foram gentilmente oferecidas pela Salsa, 
o conteúdo deste post e a opinião nele expressa são meus)

domingo, 15 de dezembro de 2013

Presépio

Enquanto a avó fazia o presépio com o neto querido, cantava uma música de infância que rezava assim:

Bom dia lindo Jesus,
Venho dar meu coração
Pedindo para todo o dia
Sua santa proteção

Passei a noite a sonhar
Que andava no céu a brincar
Mas que pena ao acordar
Ver que foi só a sonhar

Atentai nesta parte

Menino Jesus
Também vai à escola
Com a cruz aos ombros 
E a sua sacola

Creeeeedo

Quando sabia a lição
Davam-lhe um bocado de pão
E uma macazinha 
Para a sua boquinha
Que é uma rosa em botão
Para o seu coração

Mas que bela recompensa 

Foi por ti e por mim
Que Jesus morreu na cruz

Para nunca esquecer, hein?!


Que bela cantiga, muito natalícia. 


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Querida Júlia, não tão querida barriga


Com a ida a Lisboa, em plena licença de maternidade, a dois dias de fazer dois mesinhos de baby Miguel, voltei finalmente a ter um gostinho da animação que é o terreno social do Carrossel e foi… muito bom, refrescante, agri-doce, deprimente. Tudo junto e ao mesmo tempo. Bem paradoxal, como se quer.

Assim que me sentei na cadeira da maquilhagem, foi muito bom, claro. Eu sabia que quando abrisse os olhos, lá estaria eu, versão mimada em modo expresso, uber produzida, por umas mãos que não as minhas, que não no carro, a correr [eu estou MEGA profissional da make on the go, sempre que vamos a algum lado, eu vou no pendura, porque finalmente vou ter as mãos livres por dois segundos e posso dar um jeito a este meu rosto…]. E assim foi, uns minutinhos de pinceladas e já nem me reconhecia, mas estava de volta! Foi como uma transformação da fada madrinha! Fez-me muito bem, adorei "rever-me"com um smoky eye, já tinha imensas saudades minhas e ainda por cima tinha uma óptima razão de ser, dar a conhecer mais uma vez os nossos brinquedos!

Mas não há bela sem senão… O travo agridoce e deprimente veio quando vi a minha figura na TV. Já bem me bastavam os quilos que o ecrã nos carrega, mas eu carregar esta minha barriga de castigo, e vê-la tão de fora, tão objectivamente exposta, custou-me, confesso. 
Lá estava ela, espetada, redonda, flácida, bem marcada debaixo de uma camisola larguíssima, e ainda assim! Nem quero imaginar como teria sido se tivesse usado uma camisola mais justa. a minha televisão se tivesse olhos teria rachado com o choque! E o pior, é verdade, é que não ficaria nada chocada. Porque a minha tv está habituada a reflectir a imagem de uma mulher de cara lavada, roupas de trazer por casa, com restos de bolçado, cabelo em desalinho, com a cara enfiada no computador e semblante carregado de trabalho, ou ocupado e distraído com o baby. É assim que a minha TV me descreveria, se tivesse boca.

Com o baby em casa todos os dias, apenas tento zelar pela minha sanidade mental. Estar apresentável para quem venha ao engano bater à porta da minha casa é o que se pretende - os mínimos, portanto. Sempre que vou buscar o Pedro ao colégio ou dou um salto ao super, vou bem rápida e ligeira, para não andar a desfilar muito a minha figurinha deprimente.
O bom de um bebé de Inverno é ficarmos enfiadas na toca a lamber a cria e as feridas de guerra, mas por outro lado isso não nos espevita a puxar pela auto-estima, a arranjarmo-nos à força. Ao mesmo tempo que cobre as mossas e montes que a geração de uma nova vida deixa para trás, por vezes atira-nos com a realidade do nosso corpo pós parto quando menos esperamos. À traição.

Ver a minha barriga (e ancas e pernas) de pós parto depois do banho é uma coisa. Eu tenho muitos quilos para perder, mas não é uma questão de estar mais gorda, mas sim disforme. Eu vejo-me, eu não tenho medo de me olhar de frente, por muito que revire os olhos, que não me apeteça olhar, que pense comigo, oh céus, como é que saio deste corpo que me sobrou?! É deprimente, mas sou eu, por enquanto, lá vamos convivendo. Agora, eu fazer o meu melhor por disfarçar, para brincar ao antigo eu, e não conseguir de mim me esconder, é desleal. O meu corpo não me dar essa abébia, por uma vez, é desleal. 

O meu eu verdadeiro não tem uma segunda barriga pendente e enrugada e mamas que crescem e minguam de três em três horas. O meu eu não é perfeito, longe disso, mas não é isto que me restou. Porque o que eu tenho a mais é A MAIS, é-me estranho, recuso, quero devolver à proveniência. Se devolverei ou não, está por ver. 

Ninguém sai ilesa da maternidade, e o preço que se paga no corpo é baixo, tendo em conta o que se ganha na troca. É baixo, sem dúvida. É desleal, mas é baixo. Agora, ao menos que o saldo seja o mais positivo possível. Eu mereço isso, enquanto mulher. Os meus filhos estão cá fora, não na minha barriga, não nas minhas ancas, não nas minhas mamas. Se estas carnes a mais ficarem para sempre, pois que não me resta outra alternativa senão abraçá-las, assumi-las, fazê-las minhas. Mas até lá quero matá-las bem mortas.

Spring will come.

A Querida Júlia e o meu rico filho

Ontem fomos com o Carrossel à Sic visitar a Querida Júlia. É sempre uma animação quando vamos dar a conhecer os nossos brinquedos e ontem não foi excepção. Claro que desta vez houve toda uma ginástica ainda maior com os miúdos e o Miguel, já não estando em K7, veio connosco, foi "só" trazê-lo. 
Este meu filho é o maior fã do Carrossel, para onde quer que eu vá com o Carrossel, lá vem ele também! Mas o facto é que é o único filhote Carrossel que nunca tocou num brinquedo! Não pode ser! Falha a corrigir em breve, tenho a certeza…

Enfim, lá veio o baby connosco. Veste, despe, mama, troca, lá chegámos todos lampeiros ao nosso destino e baby Miguel colaborou, meu rico filho! Ele é um animal social, adora estar no rock… 
Graças aos céus, este meu filho, como qualquer bom filho, faz sempre questão de nos contrariar em público, e eu, que digo sempre que o meu pequeno Walker é um chorão de primeira, sou sempre devidamente contrariada por um anjinho que dorme sossegado e arranca facilmente uns "mas ele é um anjinho, tão amoroso, dorme tão bem!" Pois sim! Continua a contrariar-me, meu rico filho, continua assim que estás bem! Claro que no minuto em que a nossa prestação acabou (foi tão tão curta e a Julinha fala taaaaaanto...) e fiquei entregue ao meu pequeno walker, ele desatou a chorar, mas essa parte ficou apenas dentro do pequeno círculo familiar do Carrossel, não é?

Para quem não viu, aqui fica a nossa pequena visita:




terça-feira, 10 de dezembro de 2013

A nossa árvore

Ontem foi dia de fazer a nossa árvore de Natal!
Tentei ao longo de todo o fim-de-semana montá-la durante o dia, para podermos ter todo o tempo do mundo, mas acabámos por não o conseguir fazer nem de dia, nem no fim-de-semana. Foi ontem à noite! Mas tivemos todo o tempo do mundo à mesma, a hora de deitar foi adiada por uma óptima razão…
Este ano o Pedro já está mesmo no "ponto Natal", vibra com a árvore, as decorações, as músicas, os presentes. Soltou logo o enorme UAAAUUU quando lhe disse que íamos decorar a árvore e fez questão de colocar tantos enfeites quantos pode. O pai levantou-o ao colo para pendurar os mais altos e a parte de baixo da árvore ficou toda alinhada a corações com brilhos. Amou!





De ano para ano vamos aumentando a nossa coleção de enfeites de Natal. A nossa árvore é uma pequena cápsula do tempo da nossa pequena família.
Começou no nosso primeiro ano de casados com a árvore em si e uns enfeites básicos do IKEA e todos os anos a árvore vai ficando mais personalizada e com enfeites mais e mais especiais.

Tento que os enfeites mais giros e diferentes fiquem em lugar de destaque e espalhados de forma harmoniosa, pelo que começo sempre pelos fios (ainda não temos luzes!!), depois por enfeites únicos, ou especiais, ou maiores e depois acabo com aqueles que temos em maior quantidade. Sem que o Pedro  desse conta ia mudando alguns enfeites de lugar, para que ficassem bem espalhados! Esta árvore ainda não está completa, falta a estrela no topo - onde posso encontrar daquelas mesmo giras? e os enfeites deste ano…

A work in progress!

AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE



 { Facebook }  { Instagram }  { Pinterest }

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Mimar a minha pele - Giveaway Grupo Canavezes

Neste pós parto cuidar da pele do meu corpo infelizmente passou para 150º plano, nem me lembro! Depois das duas primeiras semanas, em que ainda passava um creme anti estrias - felizmente não tenho genética para estrias-, agora tem sido uma raridade tirar esses minutos para a minha pele…

Simplesmente não tenho tempo para passar creme e ainda estar um pouco à espera que a pele o absorva, pois não gosto nada de sentir a pele a "colar" na roupa depois da passagem de um creme mais gordo. Além disso, o tempo pouco convidativo para mimos e eu sempre com imensa pressa na hora do banho ou de rastos ao fim do dia não ajudam nada.
Por isso, é inevitável que ultimamente esteja muito seca, áspera e "esticada".
Curiosamente a loção do meu baby é um hidratante muito agradável para a minha pele, com um acabamento "mate", nada coleante. Mas vamos combinar, usar a loção dos miúdos pode ser prático e eficaz, mas não nos deixa propriamente mimadas, é bater no fundo da maternidade vs. feminilidade!

Eu preciso de me mimar, de fazer de qualquer pequeno momento para mim, um mini prazer, um pequeno luxo que me dou, algo que me relembre a minha feminilidade, a minha faceta de mulher, não mãe!
Assim, foi ouro sobre azul (ou sobre menta?) quando descobri no Creme Hidratante da Canavezes um oásis luxuoso nestas maravilhas da maternidade em modo puerpério.
É um creme muito leve, com uma textura gel-creme, fluida, que basta aplicar e já está! Absorvido num instante, deixa a pele aveludada, nada gordurosa, mas muito hidratada. É mesmo um instante de prazer, eu passo na pele, relaxo, viajo por momentos para longe de casa e perto de mim e logo depois estou pronta para seguir com o meu dia maluco. Tem um aroma muito suave e a água termal de Canavezes associada a Plankton Termal, faz deste creme um autêntico tratamento de beleza. Como se não bastasse, o packaging é tão lindo (e dos sabonetes, então?), que nos sentimos mesmo num momento de puro luxo.
Para cuidar da minha pele um pouco mais, o Grupo Canavezes também me sugeriu o seu sabonete de Rosa Musqueta, ideal para tratamento de manchas e estrias da pele. Mais um momento de mimo diário, em pleno banho. Este sabonete é só meu, os rapazes cá de casa não lhe tocam!

A D O R O



E porque o Grupo Canavezes quis mimar a mim e eu quero mimar a vocês, temos para oferecer dois cremes hidratantes Canavezes com Água Termal!

Para habilitar-se a ser uma das duas vencedoras, basta:
* gostar das páginas do Facebook Canavezes Água Termal e d' As Maravilhas da Maternidade,
* partilhar em modo público no seu facebook este post (que está na página facebook das Maravilhas)
* e deixar um comentário dizendo "Mereço um mimo da Canavezes"

O sorteio será feito entre as partilhas públicas e pode participar até às 23:00 horas da próxima segunda-feira, dia 16. Pode partilhar um máximo de TRÊS vezes.

Boa sorte a todas, espero que as felizes contempladas gostem deste pequeno luxo tanto quanto eu estou a gostar, obrigada Grupo Canavezes!


AS MARAVILHAS DA MATERNIDADE



 { Facebook }  { Instagram }  { Pinterest }

sábado, 7 de dezembro de 2013

Acordar para o dia em 10 minutos

São 7 da manhã:

1- o baby M acorda aflito aos berros apenas 1 hora depois de ter mamado, o que não é habitual. 
2- o marido levanta-se para ir trabalhar 12 horas num lindo Sábado. 
3- o marido deixa o telemóvel cair e estilhaça o ecrã, o dito fica sem funcionar. 
4- o infante P acorda mais cedo e atira-se ao baby M que mama um reforcinho. 
5- por causa de 2 esta que vos escreve não vai poder ir à Vendinha das Mães e fica sozinha com sua prole. 
6- por causa de 3, não há contactos entre marido e o mundo em geral e sua mulher adorada em particular. 

Conclusão: a partir das 7:15 da manhã eu tenho a certeza que o meu dia só pode melhorar!! Venha daí um dia lindo!

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Porquê?

Porque é que fui sair do meu conforto e ter filhos, porque é que temos esta mania de multiplicar-nos, de nos perpetuarmos? Porque é que insistimos em prolongar a espécie, ainda por cima correndo o risco de contribuir com prole barulhenta e adepta do arremesso de fluidos em várias modalidades?
Porque é que fui cair na mesma cilada em que a humanidade anda a cair há milhares e milhares de anos?



Porque um momento bom compensa um dia mau. 
Porque a felicidade apenas faz sentido quando é partilhada.

Anatomia de um dia mau

Ele mama. Depois adormece mas não pode ser. Depois arrota e bolça. Depois bolça um pouco mais. Depois chora. Depois troco-lhe a fralda. Depois volta a chorar. E eu sempre a pensar nas milhares de coisas que tenho para fazer enquanto ele chora e bolça mais um pouco.  Depois acalma e adormece. Acorda passado apenas meia hora. A chorar que se esgana. Mas ainda não é hora de mamar. Parece estar aflito com ar. Ando com ele pela casa enquanto chora. Finalmente arrota. Mas continua a chorar. Já não volta a dormir, por mais que tente. Entretanto passaram mais três quartos de hora e ele volta a mamar. 

Repete cem vezes. 

Eu adorava postar sobre coisas bonitas e interessantes, mas não tenho tempo, nem tenho assunto. 

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Inconfessaveis

Estou a aquecer o almoço no forno para não soar o PLIN do microondas pela casa toda e acordar o meu baby walker que adormeceu na casa de banho. 

Sim, é patético o medo que eu tenho de acordar a minha fera. 
Sim, são 4 da tarde e eu ainda não almocei. 

Tem sido um descanso esta "licença" de maternidade!

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Para o menino e para a menina ♥

 Mimos amorosos para embalar o sono do baby Miguel - que bem precisa, ó criança mais gritadeira de sua mãe desesperada! Origamis a dar asas à imaginação do meu passarinho, são ideais para o móbil do bercinho.


 Móbil Lovely


 E um mimo da querida Sara, cheio de simbolismo e bem querença para mim, a lembrar o que me dá mais força e prazer para enfrentar os dias: os meus meninos pequeninos, o cavalinho Carrossel dos meus projectos pessoais e o laço que me ata ao meu amor maior




Pulseira Fio a Pavio

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Giveaway Su'spiro & As Maravilhas da Maternidade

Falar da Su'spiro é falar da nova aventura de uma querida amiga blogosférica. Quem ainda não conhece não pode perder mais tempo!
A Su materializou o seu gosto e sensibilidade em peças lindas, delicadas e femininas, à sua imagem e semelhança. Está a criar um universo à volta de peças tão variadas quanto os bonequinhos Valentina e Gio, abobrinhas amorosas para mães e filhas, agendas e ainda stationary e outras peças lindas para decoração de espaços e ambientes de festa, uma sua especialidade, que nasce do gosto que tem em planear as suas festas ao mais pequeno pormenor e da sua formação em arquitectura.
 




É um prazer enorme fazer este giveaway em parceria com a Su, já a pensar no próximo ano que se aproxima a passos largos, para oferecer a alguém com muita sorte uma agenda 2014, com um toque de Su'spirar por mais...

Para ganhar uma agenda Su'spiro, basta:

- Fazer like na página de Facebook da Su'spiro e na página d' As maravilhas da Maternidade

- Seguir o blog As Maravilhas da Maternidade, aqui na barra à esquerda;

- Partilhar em modo público a imagem anúncio do passatempo que vai estar no Facebook das Maravilhas, a imagem aqui de cima.

-E deixar um comentário à imagem do Facebook linkando duas amigas a dar-lhes a conhecer o giveaway.

Máximo CINCO partilhas por participante, no total (NÃO por dia!!). 
Por cada partilha deve haver um novo comentário linkando pessoas diferentes. Podem participar até dia 28 de Novembro, às 22:30 horas. O sorteio será feito via random.org entre as partilhas públicas.

Muito boa sorte a tod@s!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...