INQUÉRITO!!!

Um pouquinho do seu tempo, posso?

Responda a esta pergunta sobre o que gosta de ler neste blog, aqui:


OBRIGADA!!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Tal e qual

Exactamente o que eu vejo e como o sinto, muito mais bem contado, pela mestria da escritora Ana C.

Toco no teu rosto fresquinho e encosto o nariz na curva do teu pescoço. A tua pequena mão bate no redondo do meu ombro e dizes-me desse forma que gostas do meu colo, que estás onde deves estar naquele instante de pequena carência.
Queres depois descer até ao chão e correr. Não olhas para trás, para mim. A importância que me deste há pouco, fugiu contigo e com os teus minúsculos sapatos que correm à velocidade da tua alegria.
Alargo os meus passos e sigo-te de perto, mas distante. O suficiente para poder acorrer se precisares de mim. Não sabes que te sigo e continuas veloz na tua corrida pelo mundo. Queres reter tudo nas mãos, nos olhos, na palma dos pés. Sorris a desconhecidos. Eu não importo já. Nada atrás de ti te chama. És curioso e destemido e eu penso que não te comando. Por muito que queira manter ligados a ti os meus invisíveis fios de amor, não te comando.
Depois paras e olhas por cima do ombro. Ali estou eu, a tua guardiã silenciosa. Sorris. Confirmas-me e voltas a correr em direcção ao mundo.
Digo-te em voz só minha, sem que me entendas, ou escutes: Estou aqui, bebé. Estarei aqui, às vezes parece que sempre estive. É aqui que te pertenço. É aqui que tudo faz sentido.

Do dia das bruxas


O pai encheu-se de brio, muniu-se de uma faca, pôs a mão na abóbora, furou-a, esventrou-a, raspou-a, recortou-a e transformou-a num ser assustador. E não é que ficou gira? Que prendado me saiu este pai... E esta mãe que vos fala também, pois que as pevides foram tostadas no forno e são boas de petiscar. Pronto!
Hoje levei a abóbora para a escolinha (não esquecendo o menino...) e agora aguardo as fotos.
Vamos ver se consigo desencantar uma prova que seja para a posteridade em como o Pedro interagiu com a abóbora e desbundou o seu primeiro Halloween!

domingo, 30 de outubro de 2011

Outubro


O cancro da mama é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres (não considerando o cancro da pele), e corresponde à segunda causa de morte por cancro, na mulher. Em Portugal, anualmente são detectados cerca de 4500 novos casos de cancro da mama, e 1500 mulheres morrem com esta doença. Saiba mais sobre cancro da mama em http://www.ligacontracancro.pt/gca/index.php?id=179
A Liga Portuguesa Contra o Cancro promove o Programa de Rastreio de Cancro da Mama, gratuito e dirigido a mulheres do grupo etário 45-69 anos. Conheça o Programa de Rastreio em http://www.ligacontracancro.pt/gca/index.php?id=238 e acompanhe os concelhos onde está a decorrer em http://www.ligacontracancro.pt/gca/index.php?id=239

Kids Talk About True Love



Adorável!

sábado, 29 de outubro de 2011

Tom de Outono

A marca não é esta, mas o tom é. Um vermelho retinto, quase preto. Afinal já tinha saudades de um tom profundo...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pantone

Para as freaks das paletes, as amantes das cores e as adoradoras de fotografia.
O desconstruir dos esquemas de cores, para perceber a harmonia das composições e combinações, muito giro!



http://wearpalettes.blogspot.com




http://www.design-seeds.com/


http://www.theperfectpalette.com/

Uma rolha, por favor



Isto só pode ser gozo...
Se não for, onde andam os pais desta criatura petulante e profundamente irritante para a porem de castigo até ter 21 anos de juízo?!
Não, espera... os excelsos paizinhos devem estar atrás da câmara a adorar mais esta prestação do seu pequeno prodígio, que tem uma personalidade tão grande, tudo o que mete na cabeça, faz, não há quem a páre, é incrível! Uma grande personalidade tem esta nossa filha... Já nos manda na vida toda desde que tem um ano e meio, só podia dar nisto, muita personalidade!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Salva-Vidas: BB Cream Garnier

Para vós, que sois mães de família desesperadas, que entre fraldas, fronhas e fretes, não tendes sequer coragem de olhar-vos ao espelho à saída de casa, para não definhar perante a visão do vosso semblante cansado e macilento, mas que não desistem de ter, mesmo que no fim da lista de afazeres, tratar de vós, deixo-vos esta sugestão: BB Cream da Garnier.


Dei nem dez euros por este creme no supermercado mais próximo, substituí-o ao hidratante diário nos dias de correria e estou muito satisfeita com os resultados. Num dia agitado, não há tempo para maquilhagens logo de manhã, mas para o creme diário tem de haver! É aí que sempre se pode dar um toque de cor, uniformização e luminosidade ao rosto. O tom é ideal para as mais morenas, mas ainda assim usável pelas mais pálidas, porque a cobertura é ligeira.
Eu já conhecia estes BB creams (Blemish Balm), que para mim são basicamente a nova geração de hidratantes com cor, mais leves, com FPS, e já tinha há algum tempo o BB Cream da Erborian, que agora finalmente já está em Portugal (no El Corte Inglés). Estou muito satisfeita com este tipo de cremes, recomendo a quem gosta e precisa de múltiplos em um!

Nããããão


Não tira os óculos da mamã! Ou de qualquer outro incauto.
Não come papel!
Não mexe nas velas!
Não puxa o cabelo da mamã! Ou de qualquer outro incauto.
Não manda os porta-retratos ao chão!
Não morde a mamã! Este por enquanto é exclusivo, que bom!
Não bate!
Não puxa a cortina!
Não põe a boca no chão!
Não mete a piaçaba na boca!
Não bate na televisão!
Não põe aí a mão!

Isto anda um pouco repetitivo cá por casa... Em qualidade e quantidade.
De resto, entre narizes que fazem triiim, acenos de adeus, "Oiá, oiá oiá" a todos os que se atravessam no seu caminho, e tantas outras coisas novas todos os dias, o Pedro continua absolutamente adorável.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Estava mesmo a ver-se...

Que não ia tardar o dia em que eu teria de começar a arcar com a maior estopada da vida estudantil do ensino básico: as actividades, contribuições, trabalhinhos e outras cenas que tais que os pais não querem fazer, das quais os filhos nem se apercebem ou não querem fazer também, para assinalar festas que, bastas vezes, não interessam para nada, tal como esta primeira mesma, a do Halloween.
O puto tem um ano de idade.
Para quê, senhores, tenho eu de comprar, esventrar e esburacar uma coitada de uma abóbora, que só pede para ser comida e não sujeita a indignidades e ao fazê-lo, além do desfavor à abóbora, estarei igualmente a cortar no tempo de qualidade que poderia ter com o cachopo (sim, porque não me parece que ele me vá ajudar nesta bela actividade), ou a cortar no tempo de qualidade que poderia empregar a descansar ou a trabalhar ou a tratar de cenas importantes, razão pela qual eu tive de o pôr na escolinha em primeiro lugar? Ah sim, porque os pais devem ser integrados nas actividades e dias especiais dos filhos e da comunidade, pois. Desde que o puto tem um ano de idade. E menos tivesse, mais cedo nos integrávamos!

Poupem-me, pelo menos por mais um ou vá, vamos ser uns blocos de gelo insensíveis, dois anos, please!

Acho que vou fazer batota e replicar estas abóboras...

Hackers

Anonymous atacam 40 sites de pornografia infantil e decretam guerra à pedofilia

A trabalhar para o bem. Apoiado. Mais que necessário. Sobretudo nesta questão da pedofilia (e também no tráfico sexual, já agora...), porque atenta contra os mais elementares direitos universais do Ser Humano e da Criança.
Porque nesta matéria, enquanto não há lei, tem de ser à lei da bala.
Porque o espírito desta acção me parece um misto de Sin City e ética de presidiário (a pedófilos e violadores só não é feita a folha se não for possível). Como é que nunca se lembraram disso antes?

Quanto à restante cybertwar, onde está o limite? Onde é que acaba a luta pelos direitos fundamentais da Humanidade e onde começa a liberdade de expressão, de livre actuação?

Dúvida pertinente






Será que fica muito caro/difícil comprar uma pistola de jacto de tinta para pintar? Daquelas que usam nos programas de decoração, fica?
É que eu por mim andava por aí a fazer pontaria e pintava tudo à minha frente de branco, TUDO!
White on white on white, tão Homes in Heaven (marca portuguesa!), tão clean.
TUDO

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Milestone

Vestido mágico

Na semana passada, ao procurar um vestido para uma ocasião mais que especial, encontrei, caído do céu, O Vestido que deve constar em qualquer armário feminino: o vestido mágico. Aquele que, como que por magia, estiliza a figura, corta uns quilos, faz-nos mais magras. Como boa magia, este vestido faz isso tudo graças a uma simples ilusão de óptica.

Estão a ver a coisa? É o vestido Oreo, preto por fora, branco por dentro.

Este é o meu (muito obrigada à querida Papoila Bem Me Quer pela fotografia!), encontrado na Zara, que nunca me deixa ficar mal, mesmo em pleno Outono.
Rico afilhado do meu coração, sempre a dar alegrias à madrinha!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Recessionista Chic

Em tempos de austeridade... DIY (do it yourself)
Com mentes criativas e mãos com jeitinho... DIY



Este blog tem tutoriais giríssimos.

P.S. Este, eu fiz mesmo, há muitos anos atrás, mas não ficou tão cool, infelizmente...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Detalhes

Como incorporei o mascote Peter Rabbit na festa do Pedro, sem que se tornasse uma festa temática?


Numa gráfica, compus e imprimi em tamanho pequeno e papel grosso os personagens, cortei, colei e finalizei alguns num palito para serem espetados nos doces e bolos e outros numa rolha para pousar espalhados pelas mesas.

Para distrair as pequenas convidadas, imprimi folhas para colorir com o tema. Trinta e tal motivos, todos diferentes, foi só pesquisar e imprimir e fizeram um grande sucesso!

Editei e enviei um wallpaper super amoroso para servir de nota de agradecimento.

Assim, em pequenos apontamentos, nada de especial, mas com muito carinho...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Se fosse comigo...



Eu passava-me da cabeça!
O Pedro já leva umas descascas valentes porque está sempre a tentar pôr a mão (e gostava mesmo era de pôr a boca) na piaçaba *nojo*.
É o maior NÃO cá de casa, de momento.
Se eu o apanhasse enfiado na sanita, de pezinho mergulhado na água, mãozinha e boquinha na loiça, ai senhores, ele até ia voar com a velocidade com que o tirava de lá, ia esbugalhar com o responso, ia pelar com a esfrega na banheira. Eu ia barafustar o tempo todo, furiosa, furibunda!

Depois ia ter muita pena de não ter tirado pelo menos uma pic. E giro giro, teria sido filmar o tonto naqueles preparos!

Grande ideia!


Vi aqui e adorei!
Para pendurar bricos e outras pendurezas, uma ideia giríssima, organizada e decorativa!
Basta arranjar uma moldura (as de estilo vintage são as mais apetecíveis), prender um tecido (renda de preferência, por causa dos buraquinhos, mas também fica giro tule grosso, rede ou mesmo sarapilheira) ou magicar arames a atravessar e pendurar pendurezas.
Está feito!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Sesame Street: Feist sings 1,2,3,4



O melhor para o Pedro (bom, pelo menos para quando ele aprender inglês, não é?).
O melhor para a mamã!
É sempre um prazer ouvir a voz de Feist, mesmo que seja a contar até quatro...

Meu Filho

Coisa boa da mãe...

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O rei vai nu!


É o que eu sinto do fundo do meu coração, eu não gosto das Lita de Jeffrey Campbell.
Ok, são horríveis.

Desculpem as mentes uber-fashionistas (leia-se fashion victims), mas eu acho que as Lita são mais um daqueles produtos feios, caritos (ma non troppo), difíceis de fazer resultar a favor do utilizador, mas que por isso mesmo se transformaram no must-have da temporada. Como que a desafiar: para seres uma verdadeira fashionista, TENS de gostar, desejar, comprar, usar e convencer toda a gente de que fazes resultar estas botarras saídas directamente dos pés do Batatinha.
Se não gostas, estás OUT.

A sério. Até compreendo a mais-valia destas botas: além da variedade de cores e texturas, a plataforma da frente é tão alta que faz com que o salto vertiginoso não seja uma tortura tão grande para os pés, que se elevam pouco em termos reais. Assim, pode-se ter muita altura com menos desconforto. O problema é que não se pode ter tudo, e essa plataforma faz com que as botas sejam desformes, enormes e façam um pé grotesco.
Eu acho-as bizarras e morro a rir, blogosfera fora, com o amor que as fashion-victims lhes têm: "Ai, quero tanto umas Lita, em todas as cores, com glitter, com picos, às cores, todas!"

E invisíveis, que tal? Essas é que são giras!

domingo, 16 de outubro de 2011

Brincadeira

E o que ele gosta de uma luta de almofadas? Nunca o vi tão entusiasmado com uma brincadeira!


Desde a primeira vez que lhe atirei com uma almofada à cara, teve entrada directa para o número 1 da brincadeira favorita. Transfigura-se num lutador de greco-romana, num guerreiro ninja, ri muito, atira-se, pontapeia, acaba suado e todo contente, nunca o vi assim!

Adora!

sábado, 15 de outubro de 2011

A nossa parte

Porque numa casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão, temos de passar do ralhar à acção. No meu modesto retalho de bytes venho escrever que a acção pode ser pouca, mas pode ser diária, todos os dias podemos fazer alguma coisa por nós. O que podemos nós, cidadãos, fazer para evitar que as medidas de austeridade que cada vez nos apertam mais, destruam de vez a produtividade do nosso país? O que podemos nós, cidadãos, fazer pela nossa própria cidadania, pelo nosso país? Todos os dias?
Alguns exemplos:
- Tentar ao máximo comprar produtos portugueses, ou pelo menos europeus: comida, bebidas, roupas e outros bens de consumo. Consigo ser bem sucedida no supermercado, mas no centro comercial nem tanto...
- Reclamar COM QUEM DE DIREITO contra o que não está bem: com o gerente, com a Câmara Municipal, com o chefe, com a pessoínha que atirou o papel para o chão.
- votar, ter uma opinião, adoptar uma posição, tomar uma decisão, sobre tudo. Não ser passivo.
- pedir factura.
- utilizar transportes públicos ou outros alternativos ao automóvel (bicicleta, a pé) sempre que possível, exigindo, reclamando de deficiências na rede/oferta/condições de transportes públicos. Tudo vale para poupar gasolina, porque pior que os € que por ela pagamos no dia-a-dia, é o que todos pagamos para a importar.

- ser frugal. Não tenho dinheiro, não compro. Se tenho dinheiro, preciso mesmo de comprar?
- ser urbano, defender o Civismo, o nosso e exigi-lo do troglo ao nosso lado.

Mais?

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Amiguinho Elmo


Ele já andava agarrado ao Pedro para todo o lado, mas não estava tão acessível, pois a frente da fralda não anda muito à mão... graçasadeus!
Mas desde que a titi ofereceu um Elmo que canta e tudo, eles andam na maior caturreira, como seria de esperar.
Afinal, não se tratasse do grande Elmo, o peluche mais poderoso do Universo!

Olivia Palermo















Conseguiram ter pachorra para chegar até cá ao fundo? Bravo!
A propósito do lançamento do blog oficial de Olivia Palermo, no passado dia 7 de Outubro (será que isto quer dizer alguma coisa???), apraz-me dizer que considero tudo o que a menina põe sobre a pele absolutamente fantástico e coordenado à perfeição.
Apesar de nem todas as combinações serem para mim, pois a menina Olivia gosta de usar calções e mini-saias e eu... não, aqui ficam alguns modelitos que vestia sem pestanejar e sobretudo sem mover um fio de linha, para não estragar.
Para as doentes como eu, espreitem este site ultra actualizado e muito bem humorado sobre os seus coordenados.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...